Skip to main content
piano

Como transportar um piano?

piano

Diferentemente da maioria dos instrumentos musicais, um piano não pode ser carregado pelo próprio músico por conta do tamanho, do formato e do peso. E isso acontece em todas as situações, tanto quando um pianista vai se apresentar em concerto ou show quanto na necessidade de mudar de residência. E, nesses momentos, qualquer improviso deve ser evitado!

Um piano de cauda pode pesar mais de meia tonelada e transportá-lo não é tarefa para qualquer amador. Mesmo os pianos verticais ou “de armário”, mais leves, exigem conhecimento e experiência nesses momentos, a fim de preservar a integridade do instrumento e a segurança de quem o transporta.  Além disso, um instrumento musical, muitas vezes, possui valor incalculável, seja afetivo, artístico, histórico ou mesmo pecuniário.

Leia Mais

Tábua Harmônica

Tudo o que você precisa saber sobre Tábua Harmônica

Tábua Harmônica

Estique uma corda de aço e faça-a vibrar. Com certeza, o que se ouve é muito pouco em relação à sonoridade de um piano. Prenda essa mesma corda em uma caixa de madeira e veja como a vibração da corda é amplificada e já se consegue ouvir algo como uma nota musical.

Esse é o princípio da caixa de ressonância, um arcabouço que amplifica a vibração do ar produzida pela corda tangida fazendo-a audível, utilizada em praticamente em todos os instrumentos de cordas.

Leia Mais

piano

Dois pianos e piano a quatro mãos – o prazer compartilhado

piano a quatro mãos

Compartilhar a execução musical com outro pianista pode render tanto ótimos momentos de prazer e satisfação quanto execuções memoráveis e obras inesquecíveis

Muitas são as formações de música de câmara que atraem o público e gozam da predileção dos pianistas, desde duos com violino e trios com a adição do violoncelo a grupos maiores, com instrumentos de sopro e percussão.

Leia Mais

piano

A introdução do piano no Brasil

piano

Pelas qualidades sonoras que apresenta, o piano talvez seja um dos mais nobres e perfeitos instrumentos musicais até hoje inventados. Seu berço, a Europa, assistiu à criação de obras primas da criatividade humana, incluindo o desenvolvimento desse instrumento tão rico em sonoridade. Por ser colônia de Portugal, no entanto, o Brasil não viu de perto esse processo.

Até o início do século 19, antes da chegada da Família Real, o Brasil – pedaço mais lucrativo do império português – era um local rude, sem moeda circulante, educação superior, hospitais e, até mesmo, saneamento básico.

Leia Mais