Skip to main content
piano

Onde colocar o piano?

piano

Para extrair o máximo da sonoridade de um piano acústico e, ao mesmo tempo, garantir que ele se mantenha em perfeitas condições, alguns cuidados devem ser tomados em relação ao posicionamento do instrumento em um ambiente

Por seu porte e beleza, tanto os pianos de cauda quanto os verticais chamam a atenção e, por conta disso, são utilizados até mesmo por decoradores e arquitetos para compor ambientes.

Móveis adequadamente dispostos contribuem para a acústica do instrumento e encorajam os convidados a ficarem na sala por longos períodos, aproximando as pessoas em um clima aconchegante.

No entanto, posicionar um piano em um ambiente de modo a extrair o máximo de sua sonoridade e, ao mesmo tempo, garantir que ele se mantenha em perfeitas condições requer algumas precauções.

Ambientação: Cuidados ao  posicionar o piano

piano

Como todo instrumento musical, o piano acústico exige atenção e cuidado para que mantenha suas características sonoras e estéticas inalteradas. Ao posicioná-lo em um ambiente, algumas providências simples permitem extrair o máximo de sua sonoridade, ao mesmo tempo em que colaboram para sua conservação.

Uma delas é garantir ventilação adequada ao piano. Por se tratar de um instrumento acústico e de materiais orgânicos, o ideal é que esteja sempre afastado cerca de 10 cm de paredes internas, ou posicionado no centro do cômodo, em local em que o som seja bem distribuído e possa reverberar, produzindo seu característico timbre: agradável, encorpado e macio.

Além de colaborar para a sonoridade, essa pequena providência garante que a madeira “respire” e previne que agentes externos, como umidade ou mudanças bruscas de temperatura, atinjam o piano. Esses, por sinal, são dois dos maiores inimigos de qualquer instrumento musical.

No caso de pianos, alguns elementos, como feltro, tecido, couro e componentes de madeira, são sensíveis à umidade. Se ela for excessiva, resulta em ação deficiente do mecanismo e das teclas, além de oxidação das partes metálicas.

piano

Os espaços extremamente secos também são um problema. Nesses locais, os componentes de madeira e feltro se contraem e, em raras ocasiões, a tábua harmônica e outras partes laminadas podem apresentar trincas, apesar de cuidadosamente processadas na fábrica.

Ambientes naturalmente secos têm umidade suficiente para prevenir agressões, mas, assim como para o ser humano, o ideal para um piano é umidade relativa do ar por volta de 70%.  Para manter esse equilíbrio é aconselhável conservar no local algumas plantas ou um umidificador.

Nunca coloque recipientes contendo água ou outro líquido dentro de um piano. Além de ser ineficaz, esse procedimento pode desencadear um processo de oxidação das partes metálicas e das cordas. Também não é aconselhável posicionar um piano perto de saídas de condicionadores de ar, pois o ar seco produzido por esses equipamentos retira a umidade do ambiente, além de ocasionar mudanças bruscas de temperatura.

A proximidade com fontes de calor, como aquecedores, saídas de ar quente ou lareiras, também deve ser evitada. O calor excessivo danifica o móvel e as partes internas, afetando o funcionamento normal.

Em relação ao móvel, não se deve derramar líquidos de nenhuma natureza sobre o piano, principalmente os que possuem álcool, inseticidas, aerossóis, tintas, cosméticos, produtos plásticos, vinílicos e à base de petróleo, que são prejudiciais ao acabamento. Portanto, deve-se prestar atenção que o local escolhido para o instrumento esteja afastado dessas ameaças.

Também é muito comum – e deve ser evitado – posicionar o piano ao lado de janelas. Apesar de esteticamente agradável, esse hábito pode causar prejuízos ao instrumento. O móvel deve ser protegido da luz solar direta e, como dito anteriormente, mudanças bruscas de temperatura devem ser evitadas. Para compor a decoração, portanto, se esse for o local escolhido, deve-se utilizar cortinas que impeçam a entrada de raios solares.

E, por falar em decoração, esqueça objetos sobre o piano: além de ocasionar empobrecimento dos timbres e vibrações indesejáveis, podem causar acidentes e comprometer o acabamento do instrumento. Além de metrônomo e partituras, essenciais para o estudo, evite qualquer outro elemento. Afinal, não há nada mais ameaçador para a saúde de um piano de cauda que um vaso de flores cheio de água sobre sua tampa.

button-6



Share article on

Related Post

2 comentários em “Onde colocar o piano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*