Skip to main content
Apreciação Musical

Apreciação musical: o saber ouvir

Quando se fala em música nas escolas – ou mesmo em escolas de música -, muitas dúvidas surgem em relação ao conteúdo a ser transmitido e de que forma os temas devem ser apresentados de forma a divulgar essa arte e contribuir para a formação de novos artistas.

Muitos acreditam no antigo formato de canto orfeônico, como preconizado e colocado a efeito por Villa-Lobos. Outros acreditam que o contato com o instrumento musical desde o princípio seja o gatilho para o desenvolvimento de novos talentos.

Apreciação Musical

(mais…)

Leia Mais

José Kliass

Os primeiros professores de piano do Brasil

No início do século 19, ainda se importavam cravos para o Brasil, mas os primeiros pianos – ingleses, franceses e alemães – chegaram aqui por volta de 1820. Mas o piano teve especial destaque a partir do Segundo Reinado. As presenças no País de Sigismond Thalberg (em 1855) e Louis Moreau Gottschalk (em 1869) causaram um verdadeiro rebuliço na vida cultural do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Os primeiros Professores do Brasil

(mais…)

Leia Mais

Figura 1

Escalas e o uso das teclas pretas

Os estudantes – e mesmo os pianistas iniciantes – têm uma grande dificuldade em tocar melodias com muitas alterações na armadura de clave. As peças em tonalidades com mais de três ou quatro sustenidos ou bemóis parecem inóspitas e, via de regra, afastam o músico de seu estudo. No entanto, todo esse temor pode desaparecer ao empreender uma simples análise das escalas dessas tonalidades e seus dedilhados, que, ao contrário do que se imagina, são muito mais ergonômicos e fáceis de memorizar.

Tendo em vista que o pianista domine as escalas de Dó maior, Sol maior, Ré maior, Lá maior e Mi, as escalas com sustenidos remanescentes – Si maior, Fá# maior e Dó# maior – se tornam fáceis de executar por conta de um simples artifício.

Ao iniciar a escala de Si maior, note que o dedo 1 da mão direita se posiciona na nota Si e os dedos 2 e 3 repousam sobre duas teclas pretas (Dó# e Ré#).

Exemplo 1

Figura 1

(mais…)

Leia Mais

Reverberação

A reverberação nos pianos

Quando um instrumento musical, como um piano acústico, por exemplo, é tocado, o que se ouve é o som produzido por ele modificado pelo ambiente físico em que está inserido, seja uma sala, um teatro ou uma igreja.

O ambiente está diretamente ligado à natureza física do som, a acústica. Resumida à sua essência, a acústica é a forma pela qual o som se manifesta.

Reverberação

(mais…)

Leia Mais

post-vila

Villa-Lobos – o mais conhecido compositor do Brasil

Filho da dona-de-casa Noêmia Villa-Lobos e do funcionário da Biblioteca Nacional e músico amador Raul Villa-Lobos, Heitor Villa-Lobos nasceu em 5 de março de 1887, no bairro das Laranjeiras, no Rio de Janeiro.

Villa-Lobos

A partir dos seis anos de idade, aprendeu, com o pai, a tocar clarinete e violoncelo. Raul Villa-Lobos ainda lhe obrigava a exigentes exercícios de percepção musical que incluíam o reconhecimento de gênero, estilo, caráter e origem de músicas, de notas musicais e ruídos.

(mais…)

Leia Mais

post-musica

Como a música pode auxiliar na aprendizagem de idiomas?

O estudo de música – e até mesmo o hábito de ouvi-la – é reconhecido por muitos pesquisadores como prática que desenvolve a mente humana, proporciona bem-estar, promove o equilíbrio físico e mental, e facilita a concentração e o desenvolvimento do raciocínio. E está comprovado que crianças que se envolvem com a música apresentam melhor desempenho escolar e, geralmente, notas mais elevadas.

Música no aprendizado de idiomas

(mais…)

Leia Mais