Skip to main content
Jacques Klein

Jacques Klein, o pianista do som dourado

Jacques Klein

Considerado um dos dez maiores pianistas eruditos do Brasil em todos os tempos, Jacques Klein por pouco não abandonou a música de concerto definitivamente para dedicar-se ao jazz. Mas, reverenciado como um dos maiores de seu tempo, fosse em recitais solo ou acompanhado, seu perfeccionismo técnico, aliado à grande sensibilidade, conquistou plateias no mundo todo e um lugar no panteão dos grandes músicos do Brasil.

Continue a leitura e conheça a história desse pianista do som dourado!

Leia Mais

piano pop

Os astros do piano pop

Com o sucesso da música pop, os vocalistas e guitarristas tomaram a frente e os pianistas ficaram tímidos, assistindo ao show? Nada disso! No pop também há uma série de pianistas que se destacaram como verdadeiros ícones da música. Alguns deles trafegaram na fronteira entre o jazz e o blues, outros dedicaram-se à chamada easy linstening (algo como “audição fácil”) e outros fincaram o pé no rock-and-roll. Mas o pop mais puro também tem seus ídolos, com seus nomes citados entre os maiores expoentes da mídia.

Em comum entre eles há o enorme talento, o fato de se apoiarem no piano e os instrumentos personalizados que utilizam, tanto no palco quanto em estúdio e em casa. Conheça três desses ídolos do piano pop e um pouco da história de cada um.

piano pop

Leia Mais

Maurice Ravel

Maurice Ravel, o autor do “Bolero”

Poucos são aqueles que nunca ouviram uma das mais emblemáticas obras escritas para orquestra, o famoso “Bolero”, de Maurice Ravel. No entanto, apesar da fama da composição, muitos não conhecem a totalidade da obra do francês, nem tampouco fazem ideia de sua importância para a música do início do século 20.

Ravel não foi um músico revolucionário, pois, na maior parte de sua obra, se nota sua satisfação em trabalhar dentro das convenções formais e harmônicas estabelecidas em sua época, ainda firmemente enraizadas na tonalidade. Deixando como legado importantes obras para piano, Ravel tratou o instrumento de forma tão pessoal que se pode dizer que forjou uma linguagem própria, que carrega a marca de sua personalidade tão fortemente quanto as obras de Bach ou Chopin.

A frase “a tradição é a personalidade dos imbecis”, proferida pelo compositor, ilustra bem sua concepção artística. Continue a leitura para saber um pouco mais sobre sua história!

Maurice Ravel

Leia Mais

Fábio Caramuru

Fábio Caramuru, ecologia e música integradas

Fábio Caramuru

Ao falar de Fábio Caramuru, um fato chama a atenção: o pianista foi o último aluno da consagrada pianista Magdalena Tagliaferro, com bolsa do governo francês, em Paris, na década de 1980. Mas engana-se quem pensa que o pianista atingiu sua realização artística no campo erudito, “repetindo as mesmas fórmulas”, como ele mesmo afirma. A busca por uma linguagem mais abrangente, que desse a ele maneiras de extravasar de forma mais eficiente sua criatividade, o fez percorrer um caminho ainda mais rico, em que diferentes estilos e gêneros musicais coexistem e dialogam.

Leia Mais


A Fritz Dobbert se preocupa com você e sua privacidade

O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Ao navegar pelo site, coletaremos tais informações para utilizá-las com estas finalidades. Caso não aceite, não faremos este rastreio, mas ainda usaremos os cookies necessários para o correto funcionamento do site. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

Aceito