Skip to main content
como estudar oitavas para piano

Como estudar oitavas

Seja na música popular ou na erudita, a utilização de oitavas no piano é um artifício muito comum. A sonoridade proveniente da execução de oitavas enriquece o arranjo, encorpando linhas melódicas ou de baixo e reforçando a intenção do compositor ou arranjador. Saber tocar oitavas no piano corretamente, portanto, é uma habilidade muito importante. Mas uma sucessão de oitavas geralmente se torna algo difícil de executar, seja por conta do esforço físico, da posição das mãos e dos dedos ou da agilidade e da precisão na troca de notas.

Continue a leitura e saiba como estudar oitavas no piano!

como estudar oitavas para piano

Leia Mais

aula de piano em casa

7 dicas para aproveitar melhor as aulas online

aula de piano em casa

Desde que os reflexos da pandemia do COVID-19 chegaram ao Brasil, a rotina de praticamente toda a população se alterou. Com o mote “fique em casa”, o distanciamento social foi promovido e divulgado como uma das mais eficazes ferramentas contra a disseminação do vírus, de tal forma que grande parte dos brasileiros adotou a reclusão como “novo normal”.

Com a oportunidade de passar mais tempo em casa, economizando horas preciosas dedicadas anteriormente ao trânsito e à resolução de problemas nem sempre tão urgentes, verificou-se que havia vários momentos disponíveis durante o dia para a dedicação àquilo que, muitas vezes, foi relegado a segundo plano. Com isso, muitos hábitos foram retomados, como as refeições em família, as brincadeiras com os filhos, as conversas à noite e, até mesmo, o estudo de música! Veja em nosso artigo 7 dicas para aproveitar sua aula online de piano!

Leia Mais

sonata ao luar de beethoven

A famosa “Sonata ao Luar”

sonata ao luar de beethoven

A Sonata para Piano nº14 em Dó sustenido menor, Op. 27, nº 2, de Ludwig van Beethoven, é uma de suas composições mais populares e era uma das favoritas pelo público mesmo em sua época. Escrita quando Beethoven contava 31 anos, a “Sonata ao Luar” foi composta depois de ele terminar alguns trabalhos encomendados, mas não há evidências de que ele foi contratado para escrever esta obra. Denominada pelo autor “Quasi una fantasia” – assim como sua companheira, a Op. 27, nº 1 – a peça foi concluída em 1801 e dedicada, no ano seguinte, a uma das pupilas do compositor, a Condessa Giulietta Guicciardi, que se pensava ter sido a misteriosa “Amada Imortal”.

Leia Mais