Skip to main content
piano pop

Os astros do piano pop

Com o sucesso da música pop, os vocalistas e guitarristas tomaram a frente e os pianistas ficaram tímidos, assistindo ao show? Nada disso! No pop também há uma série de pianistas que se destacaram como verdadeiros ícones da música. Alguns deles trafegaram na fronteira entre o jazz e o blues, outros dedicaram-se à chamada easy linstening (algo como “audição fácil”) e outros fincaram o pé no rock-and-roll. Mas o pop mais puro também tem seus ídolos, com seus nomes citados entre os maiores expoentes da mídia.

Em comum entre eles há o enorme talento, o fato de se apoiarem no piano e os instrumentos personalizados que utilizam, tanto no palco quanto em estúdio e em casa. Conheça três desses ídolos do piano pop e um pouco da história de cada um.

piano pop

Leia Mais

homem idoso retomando estudo de piano

Dicas para quem quer retomar os estudos

homem idoso retomando estudo de piano

Durante o ano de 2020, foi notável o número de pessoas que voltaram a estudar piano por causa da pandemia. E isso tem muitas explicações: o isolamento social, o “ficar em casa”, a vontade de se expressar e, principalmente, o desejo de realizar um sonho que havia sido deixado de lado. Apesar desse fenômeno ter sido alavancado nesse período, não é raro que quem tocou piano em alguma época da vida queira retomar os estudos de piano. Afinal, a música faz parte da vida de todos, e quem um dia se dedicou a ela sabe os benefícios que ela traz.

Leia Mais

Maurice Ravel

Maurice Ravel, o autor do “Bolero”

Poucos são aqueles que nunca ouviram uma das mais emblemáticas obras escritas para orquestra, o famoso “Bolero”, de Maurice Ravel. No entanto, apesar da fama da composição, muitos não conhecem a totalidade da obra do francês, nem tampouco fazem ideia de sua importância para a música do início do século 20.

Ravel não foi um músico revolucionário, pois, na maior parte de sua obra, se nota sua satisfação em trabalhar dentro das convenções formais e harmônicas estabelecidas em sua época, ainda firmemente enraizadas na tonalidade. Deixando como legado importantes obras para piano, Ravel tratou o instrumento de forma tão pessoal que se pode dizer que forjou uma linguagem própria, que carrega a marca de sua personalidade tão fortemente quanto as obras de Bach ou Chopin.

A frase “a tradição é a personalidade dos imbecis”, proferida pelo compositor, ilustra bem sua concepção artística. Continue a leitura para saber um pouco mais sobre sua história!

Maurice Ravel

Leia Mais

como desenvolver a mão esquerda

Como desenvolver a mão esquerda?

Estima-se que cerca de 10% da população mundial seja formada por pessoas canhotas, ou seja, aquelas que utilizam preferencialmente a mão ou o pé esquerdos. Mas não se sabe ainda o porquê dessa predileção, pois não há fatores genéticos comprovadamente ligados a ela. O que se sabe é que os canhotos passam por muitas dificuldades. Em diversas culturas (inclusive no Brasil), os canhotos eram obrigados a usar a mão direita! E essa parcela da população foi extremamente discriminada durante os séculos 18 e 19, sendo que, em determinadas épocas, escrever com a mão esquerda significava algo ruim e era passível de morte.

como desenvolver a mão esquerda

Leia Mais


A Fritz Dobbert se preocupa com você e sua privacidade

O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Ao navegar pelo site, coletaremos tais informações para utilizá-las com estas finalidades. Caso não aceite, não faremos este rastreio, mas ainda usaremos os cookies necessários para o correto funcionamento do site. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

Aceito