Skip to main content

MIDI – Conectando pianos acústicos e computadores

Em 1983, várias empresas de tecnologia e fabricantes de instrumentos musicais se reuniram para criar um protocolo de troca de dados entre sintetizadores, a fim de facilitar o trabalho dos músicos e propiciar desde a gravação de performances até o armazenamento de timbres, permitindo que todos se comunicassem na mesma linguagem e, portanto, as possibilidades sonoras fosses ampliadas com o uso simultâneo de vários equipamentos. O MIDI (Musical Instruments Digital Interface) nasceu e logo se tornou recurso padrão nos sintetizadores, órgãos e pianos elétricos. Basicamente, trata-se de um protocolo de comunicação que define quais dados da performance de um músico em um instrumento eletrônico são enviados e como são transmitidos, recebidos, decodificados e reproduzidos, além do hardware utilizado para isso, composto de cabos e conectores específicos.

Leia Mais

O excêntrico Dr. John

Malcolm John Rebennack Jr., mais conhecido pelo nome artístico Dr. John, foi um dos mais icônicos músicos de blues da nova geração de New Orleans. Nascido em New Orleans em 20 de novembro de 1941, tinha ascendência alemã, irlandesa, espanhola, inglesa e francesa. Seus primeiros contatos com a música se deram por meio das canções de minstrel show cantadas por seu avô e várias tias, tios, irmãs e primas que tocavam piano. Iniciou seus estudos de piano apenas na adolescência, mas conhecia bem as gravações de King Oliver e Louis Armstrong, apresentadas por seu pai, que gerenciava uma loja de eletrodomésticos e venda de discos. O contato com as gravadoras permitiu que conseguisse acesso às salas de gravação de artistas de rock como Little Richard e Guitar Slim.

Leia Mais