Skip to main content
Idade para piano

Qual a idade certa para começar a estudar piano?

estudar piano

Muitas pessoas têm dúvidas sobre qual a época certa para iniciar seus estudos de piano e se dedicar à música. A maioria acredita que só se pode ter sucesso como pianista se o estudo começar muito cedo, na primeira infância.

Sem dúvida, essa fase é um campo fértil para o aprendizado de qualquer assunto. Mas aprender um instrumento musical não significa, necessariamente, se tornar um virtuose: trata-se de uma questão de amor pela arte e, sobretudo, realização e satisfação pessoal.

O mundo profissional da música, mais especificamente no campo erudito, é um pouco ingrato em relação à idade. Para construir uma carreira internacional, o músico precisa participar de concursos para angariar visibilidade, e essas competições possuem regras bem específicas em relação à idade dos participantes.

Um pianista de primeira linha que com mais de 30 anos não venceu nenhum desses torneios dificilmente conseguirá alavancar uma carreira internacional. Nesse aspecto, iniciar mais cedo significa maiores chances de sucesso. Mas, levando-se em conta de que um entre milhares de pianistas consegue atingir o olimpo das estrelas internacionais, esse provavelmente não é o objetivo da maioria daqueles que se dedicam a um instrumento musical.

Muitas vezes, o estudo do piano é uma possibilidade de entretenimento para aqueles que exercem outras atividades em sua rotina diária e usam esse expediente para relaxar, aliviar o estresse e ocupar a mente com algo mais prazeroso.

Se a motivação para aprender um instrumento musical varia de acordo com a faixa etária do estudante, o que não se altera é o prazer que tocar um instrumento musical pode proporcionar. Tendo em conta que o desenvolvimento depende de dedicação e traz satisfação, o estudo do piano pode ser encarado de diferentes maneiras dependendo do aluno, desde, realmente, almejar uma carreira como músico ao puro e simples entretenimento. Além disso, o estudo de um instrumento musical traz inúmeros benefícios para pessoas de qualquer idade.

Piano: o que levar em consideração

estudar piano

Geralmente, adultos possuem motivações mais sinceras e não se deixam levar pela moda ou pelos amigos, mas pelas suas próprias vontades. Isso garante mais dedicação e maior vontade de superar as dificuldades. Mas, com boa orientação, alunos de qualquer idade conseguem se desenvolver de maneira a poder executar peças que lhe trarão satisfação tanto pelo prazer de estar fazendo música quanto pela sensação de vencer obstáculos.

Embora crianças e adolescentes possam ter mais facilidade em absorver novos conhecimentos, adultos possuem maior sabedoria e são mais disciplinados, além de terem mais certeza do que querem e onde querem chegar. E também são mais constantes em suas ambições e aspirações.

Para muitos deles, estudar piano é a oportunidade de realizar um sonho antigo, a que se dedicam com verdadeira devoção. E, como se sabe, o segredo (se é que há segredo) para se desenvolver nessa arte é praticar.

Estudar um instrumento musical também proporciona mais oportunidades de socialização, seja compartilhando a experiência com amigos, conhecendo pessoas e participando de atividades na escola, conversando sobre música ou assistindo a aulas e workshops com professores e até mesmo ídolos. E isso vale para todos!

Poder emocionar ou entreter pessoas tocando um instrumento também é uma ferramenta muito eficiente para externar os próprios sentimentos e sua individualidade, por meio do estilo de música de que se gosta, independentemente de possuir técnica perfeita ou conhecer profundamente os meandros da harmonia e da melodia. Afinal, não se trata de uma competição, nem com os outros nem consigo próprio, mas de realização pessoal.

Diante de tudo isso, a resposta à questão inicial – qual a idade certa para começar a estudar piano? – é muito simples: qualquer uma! A cada fase da vida as ambições e as motivações são diferentes, mas os benefícios que o estudo da música pode trazer são inúmeros, para todas as idades.



Share article on

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*