Skip to main content
O peso das teclas do piano: Você sabe a importância?

O peso das teclas do piano: Você sabe a importância?

Você já deve ter notado que alguns pianos são mais fáceis de tocar ao passo que outros exigem maior esforço. Alguns parecem mais uniformes e suaves na relação de nota a nota, e, em outros, a sensação é de que cada tecla requer tratamento especial para produzir uma sonoridade uniforme.

O peso das teclas do piano: Você sabe a importância?

As razões para isso são várias, incluindo martelos mais macios ou duros, peças do mecanismo mais pesadas ou leves, fixação de elementos com mais ou menos força, componentes mais recentes ou antigos e, principalmente, se o mecanismo do piano está regulado ou não.

Todos esses elementos resultam no que se pode chamar de “peso” das teclas de um piano.

A importância do peso das teclas

Se as teclas de um piano forem muito leves ou frouxas, sensíveis a qualquer toque, o músico não fortalecerá os dedos adequadamente nem trabalhará a transmissão do peso do tronco para eles, o que dificultará a reprodução posterior em outros pianos que possam ter ações mais rígidas.

Por outro lado, se as teclas forem muito pesadas, isso pode levar à fadiga, tornar a prática menos recompensadora e, em última análise, causar graves lesões musculares, como infelizmente acontece a muitos pianistas.

Além disso, um mecanismo que tenha peso de toque inconsistente de nota para nota dificultará o aprendizado de nuances e dinâmicas ou a reprodução uniforme, além de dificultar a execução em outros pianos.

Basicamente, o “peso” das teclas corresponde à quantidade de pressão necessária para pressioná-la. Para medir quanto, pesos podem ser colocados na extremidade de uma tecla até que ela comece a baixar.

Hoje, o peso de toque do piano é medido em gramas, e a maioria dos fabricantes adota cerca de 50 gramas por tecla, com variações, mas não existe um padrão absoluto para isso. Geralmente, o peso será alguns gramas maior na seção de graves e, gradualmente, ficará mais leve até o topo, chegando a 46 gramas nos agudos.

O que deve ser levado em consideração, no entanto, não é apenas a tecla, mas toda uma engrenagem que ela movimenta. Quando se pressiona uma tecla em um piano, na verdade se está levantando um martelo e todas as partes do mecanismo associadas a ele. A parte da tecla que o dedo empurra é projetada para descer aproximadamente 10 milímetros.

O martelo, no entanto, se movimenta quase 50 milímetros. Desse modo, o martelo percorre uma distância cinco vezes maior que a extremidade da tecla, o que significa que qualquer peso adicional em sua conformação é multiplicado pelo menos cinco vezes na tecla, onde o dedo a pressiona.

Peso das Teclas do Piano

E essa definição de peso de toque não menciona nada sobre a produção sonora, mas apenas a pressão mínima necessária para fazer a tecla descer. Isso é chamado de peso de toque estático. O peso de toque dinâmico, ou a pressão real necessária sob condições de execução variadas, é mais difícil de medir, pois leva em conta vários fatores adicionais que tendem a complicar a equação como a dinâmica como que o piano está sendo tocado e a velocidade das notas, entre outros.

Além dessas complicações, há uma adicional: a percepção humana. Dois pianos similares podem ter o mesmo peso de toque estático, por exemplo, mas um pode dar mais som do que o outro para uma determinada pressão de tecla, por causa de densidades diferentes do feltro dos martelos ou uma série de outras razões. O instrumento que dá menos volume geralmente será percebido como mais difícil de tocar, ou exigindo mais esforço, porque o pianista percebe menos resultado pelo que produz de movimento.

Peso das Teclas do Piano

Se o peso de toque do um piano não for o que deveria ser, ou o que o músico deseja, ajustes podem ser realizados. O objetivo é que o músico tenha a mesma sensação tocando em toda a extensão do teclado, da nota mais aguda à mais grave e, para que isto ocorra, as teclas devem ser pesadas e balanceadas individualmente, a fim de que sejam compensadas as diferenças de peso existente entre os martelos.

Antes de fazer alterações de peso, no entanto, diversas verificações devem ser efetivadas para garantir que o piano tenha sido adequadamente regulado (ou seja, cada nota do piano tenha sido ajustada para as configurações de fábrica) e que não haja problemas com o mecanismo, como partes em atrito umas contra as outras.

Se essas providências não forem suficientes para que o peso das teclas esteja de acordo com o gosto do pianista, ainda há a possibilidade de substituir os contrapesos de chumbo existentes nas teclas por outros, mais leves ou mais pesados, o que exigirá outra regulagem em todo o mecanismo a fim de adaptá-lo a essa alteração.

Técnico Afinador

De qualquer forma, a inspeção de um técnico afinador é fator primordial para verificar qualquer anormalidade no funcionamento do mecanismo, a fim que de o piano esteja completamente regulado e apto a reproduzir as intenções do pianista.

Você poderia imaginar que existiria importância até no peso das teclas? Cadastre-se em nosso blog para ficar por dentro de mais conteúdos sobre o mundo do piano.



Share article on

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*