Skip to main content
aula presencial de piano

Aulas presenciais: cuide de você e de seu instrumento

aula presencial de piano

Se você é estudante ou professor de piano, com certeza enfrentou um grande período de ausência de contato humano. Se percebeu, inclusive, um acréscimo no número de pessoas a fazerem aulas de piano, assim como de outros instrumentos musicais, por conta da obrigatoriedade de distanciamento social e permanência no lar.

Por causa da pandemia de COVID-19 e a necessidade de prevenção da disseminação do coronavírus, as aulas online ganharam força e se tornaram a alternativa para quem não quis interromper os estudos.

Confira no artigo os cuidados que você precisa ter no retorno da sua aula presencial de piano!

Cenário atual para o retorno presencial

O cenário vem se alterando graças ao fato de uma grande parcela da população ter sido vacinada e à necessidade de retorno das atividades profissionais.

Sendo assim, a volta às aulas presenciais de piano vem aumentando, mas alguns cuidados devem ser tomados a fim de garantir o máximo de segurança para alunos e professores assim como conforto e condições ideias de aprendizado, tanto em relação às pessoas quanto aos instrumentos.

Cuidados para o retorno da sua aula presencial de piano

Os mais comuns e disseminados são o uso de máscaras durante todo o período das aulas, devidamente posicionadas para cobrir o nariz e a boca, assim como distanciamento mínimo de 1,50m entre as pessoas, mas há outras providências que devem ser tomadas para quando você voltar a sua presencial de piano:

#1 Presenças só se forem necessárias

Uma delas é a presença no ambiente de estudos apenas das pessoas necessárias para as aulas, como os acompanhantes de bebês e crianças pequenas, evitando que outras permaneçam no local a fim de diminuir a possibilidade de contágio.

#2 Ventilação no ambiente

Também deve ser garantida uma ventilação eficiente dos ambientes, com janelas abertas sempre que possível. No caso de pianos acústicos, o vazamento do som será inevitável e, portanto, vale a pena conversar com os vizinhos, que, provavelmente, entenderão a situação.

#3 Usar corretamente os fones de ouvido

Se as aulas foram ministradas em pianos digitais, uma boa ideia é utilizar fones de ouvido, lembrando que cada aluno e professor deve possuir o seu próprio, evitando o compartilhamento desses acessórios.

Os modelos de instrumentos digitais atuais permitem a utilização de dois fones de ouvido simultaneamente, mas, se isso não for possível, existem adaptadores disponíveis no mercado que, se não são os ideais, resolvem o problema satisfatoriamente.

#4 Evite compartilhar objetos

Também deve ser evitado o compartilhamento de canetas, lápis, metrônomos e outros objetos. O New England Journal of Medicine publicou um artigo afirmando que os vírus tendem a durar mais em superfícies revestidas de plástico e aço inoxidável (por até dois a três dias) do que nas de madeira (24 horas).

#5 Limpe a superfície do piano

Entre uma aula e outra, portanto, o teclado dos instrumentos, assim como o porta-partituras, a tampa e todas as superfícies em que houve contato das mãos, devem ser higienizados, não se esquecendo da banqueta.

O uso de álcool 70% em gel deve ser constante, mas é necessário que seja restrito às mãos e nunca utilizado diretamente no instrumento, o que pode causar danos ao acabamento. Por conta disso, é importante ao utilizar álcool gel nas mãos, deixá-las secar bem antes de encostar no teclado ou no móvel do instrumento.

Embora vernizes garantam a resistência do acabamento, abrasão e materiais químicos podem danificá-los, esmaecendo o brilho ou criando manchas. Para as partes de madeira, como o porta-partituras, a tampa e a régua abaixo do teclado, portanto, uma flanela umedecida com água e sabão neutro, seguida de flanela seca e macia é o suficiente.

E lembre-se: a limpeza de um piano é um processo delicado, não um processo de esfregar. Esfregar vigorosamente pode causar arranhões ou remover o acabamento.

como limpar um piano

#6 Limpe corretamente as teclas do seu piano

As teclas, obviamente, são as partes mais importantes. A maioria das teclas dos pianos, mesmo nos acústicos, são revestidas com plástico. As de marfim são poucas e raras. Para teclas de plástico, o melhor produto a ser utilizado é um simples pano macio levemente umedecido em água com um pouco de detergente neutro.

E, para garantir que as teclas sejam limpas em toda a superfície, pode-se executar um glissando da tecla branca mais grave para a mais aguda. Isso ajuda a detectar quaisquer germes que se encontrem na metade inferior das teclas brancas.

O mesmo deve ser feito da tecla preta mais grave para a mais aguda. Para limpar a parte posterior das teclas brancas e as laterais das pretas, deve-se iniciar a limpeza pelo topo das teclas, pressionando suavemente para baixo, para certificar-se de que o lenço alcance todas as partes das teclas. Em seguida, deve ser utilizada uma flanela macia e seca para absorver qualquer umidade deixada ali.

limpar as teclas de um piano

As teclas de madeira e marfim são muito mais suscetíveis a danos do que as de plástico, pois os revestimentos são colados.  Como o marfim é poroso, por exemplo, absorve qualquer coisa colocada em sua superfície, então, ser for utilizada muita água, essa pode dissolver a cola.

NUNCA USE ÁLCOOL OU OUTROS SOLVENTES NAS TECLAS. Isso vale também para os instrumentos digitais. E lembre-se de limpar também todos os botões e telas!

Mas a mais importante prevenção, tanto quanto à disseminação de vírus e germes quanto para a manutenção do instrumento, mesmo fora de pandemias, é lavar as mãos antes e depois de tocar. Isso protege você e seu piano.

Bom retorno a sua aula presencial de piano, se cuide!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*


A Fritz Dobbert se preocupa com você e sua privacidade

O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Ao navegar pelo site, coletaremos tais informações para utilizá-las com estas finalidades. Caso não aceite, não faremos este rastreio, mas ainda usaremos os cookies necessários para o correto funcionamento do site. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

Aceito